Desculpe, seu navegador não suporta SVG embutido.

Sabe Alimentos faz novos investimentos

Apesar do atual cenário econômico brasileiro o empresário e senador Ricardo Franco acaba de contratar um novo fornecimento de equipamentos, para a planta Industrial da Sabe Alimentos localizada no município de Muribeca em Sergipe.

No dia 18 de maio, foi selada a contratação da GEA Equipamentos e Soluções Ltda. para fornecimento de uma moderna planta para fabricação de Iogurtes Líquidos, Gregos, Poupa e Cremoso, além de Petit Suisse, no sistema Turn Key.

A GEA já forneceu a atual planta de UHT da Sabe Alimentos. Com estimativa na ordem de vinte e cinco milhões de reais, este investimento está sendo realizado em sintonia com atual momento em que a empresa vem passando, onde busca atuar no segmento de varejo, com venda e entrega própria.

O novo portfólio traz produtos de valor agregado que ajuda a suportar os custos de distribuição, assim como a possibilidade de oferecer um mix variado de produtos aos clientes:

"Nos quatro anos de operação alcançamos uma participação muito boa no segmento de auto serviço e atacado. Agora estamos diversificando nossa comercialização e distribuição para o segmento de varejo, com forte atuação nos estados de Sergipe, Alagoas e Bahia. Como já somos reconhecidos por produzir produtos de qualidade, esta nova linha de produtos faz todo sentido para o portfólio que queremos oferecer aos nossos consumidores e vem ratificar nosso foco em qualidade." afirma o empresário.

Além desses novos equipamentos a GEA vai fazer uma adaptação nas instalações de UHT existente para dar condições da Sabe Alimentos produzir sucos e néctar: "Com a produção e comercialização de sucos e néctar, ficamos realmente com um portfólio muito competitivo para suportar este nova fase de comercialização e distribuição que estamos buscando junto aos clientes do segmento de varejo." destaca o senador.

Com um parque industrial dotado da mais alta tecnologia a Sabe Alimentos vem se destacando no segmento de laticínios pela qualidade dos seus produtos.

A planta industrial, localizada em Muribeca-SE, tem a infra-estrutura completa para agregar esses novos equipamentos, com água suficiente, estação de tratamento de resíduos líquidos, geração de vapor, frio, ar comprimido e energia elétrica, além de uma localização privilegiada em relação a capitação de leite, pois fica equidistante das principais bacias leiteiras da região, o sertão de Sergipe e de Alagoas.

Hoje a empresa já coleta leite em Sergipe, Alagoas, Bahia e Pernambuco, graças a localização onde a empresa foi instalada.

"A expansão da planta da Sabe Alimentos possuirá um alto nível de automação, assim como a planta original fornecida pela GEA. O projeto atende todos os requisitos relacionados à segurança alimentar e, graças à tecnologia que será empregada, garantirá o padrão de todo o processo produtivo, com o mínimo de riscos que intervenções manuais trazem ao processo convencional na maior parte da indústria brasileira de refrigerados lácteos", esclarece o diretor de Vendas de Soluções da GEA, Guilherme Prelorentzou.

"Um dos principais diferenciais do projeto é o sistema de esterilização com vapor filtrado presente em equipamentos como os tanques de fermentação e estocagem final, que elimina a maior parte dos micro-organismos indesejados. Durante a produção, estes equipamentos também serão mantidos por ar filtrado com leve sobre-pressão em relação ao ambiente, de forma a inibir contaminações após a esterilização. Assim, as culturas lácteas escolhidas e adicionadas para o processo de fermentação terão condições favoráveis para se desenvolver. As linhas de transferência de produto também serão esterilizadas em um processo similar, mas, neste caso, com água quente. Em um mercado de alimentos frescos, isso significa maior frescor e qualidade, o que resulta na preservação das características originais do produto, como sabor e textura, ao longo de todo o seu período de validade.

A GEA é um dos líderes globais neste mercado, sendo que um quarto do leite processado no mundo utiliza equipamentos do grupo. E estamos especialmente satisfeitos com a escolha da Sabe Alimentos pela continuidade da parceria iniciada com a GEA em 2009, pois temos a expectativa que esta planta de lácteos frescos se torne uma das referências no mercado lácteo brasileiro. Estamos focados em contribuir para que a Sabe consolide sua posição que já é de destaque no mercado do Nordeste com produtos de qualidade superior para seus consumidores. E a sábia decisão de investir agora e estar preparado para colher os frutos na recuperação da economia é uma excelente forma de garantir um futuro ainda melhor."

28 de Junho de 2016